O céu existe?

Um amigo me questionou: me prove, de forma concreta, que o céu existe? Respondi: – me explique a respeito do gostoso cheiro do café ou do delicioso aroma de um bife acebolado. Me apresente laudos da existências destes cheiros? – Não há possibilidade de explicar, mas você pode provar, disse ele. Exato! – respondi. Você só consegue ter uma prova concreta do céu quando você experimenta dele e carrega dentro de si a certeza de que pertence a ele e ele a você.

Deguste:
1 Pedro 2:9-10, 2 Pedro 3:10-14, Apocalipse 21:3-5

Deus abençoe grandemente sua vida.

Abraço,

Junior Della Mea
@juniorDellaMea

Anúncios

Não desista de viver! 6 dicas para você voltar a sorrir

 

Há alguns dias tive uma triste notícia que aconteceu no bairro em que moro, em Curitiba-PR.

Uma linda menina de aproximadamente 17, 18 anos havia desistido de viver. Suicidou-se!

Segundo informações que recebi, ela sofria do mau do século, a chamada “depressão”.

Ela estava numa rotina de tratamento já há algum tempo. Porém, de forma planejada e sem avisos, ela decidiu arrancar de si mesma o direito de continuar vivendo.

É claro que nessas horas passa pela nossa cabeça um bombardeio de informações e questionamentos, porém, não encontramos muitas respostas. Talvez, elas nem existam!

Uma coisa que tenho descoberto é Continuar Lendo…

“Minha esperança” por Charles H. Spurgeon

PicSpurgeonCH

“Minha esperança de ser preservado até o fim se baseia no fato de que
Jesus Cristo pagou caro demais por mim para deixar-me escapar. Cada
crente custa-lhe o sangue do seu coração. Vá ao Getsemani e ouça seus
gemidos: depois, aproxime-se e observe o suor de gotas de sangue, e
diga-me, ele perderá uma alma em favor de quem sofreu assim?
Contemple-o pendurado na cruz, torturado, zombado, carregado com um
terrível fardo e então escondido da face de seu Pai pelo eclipse;
você acha que ele sofreu tudo aquilo e ainda assim permitir que
aqueles em favor de quem suportou isso sejam jogados no inferno? Ele
será um perdedor maior que eu se eu viesse a perecer, pois ele
perderá o que lhe custou a sua própria vida. Aqui está a sua
segurança – você é a porção do Senhor, e sua herança não lhe será
roubada”.

“O homem que não valoriza o auto-exame pode estar bem certo de que as coisas precisam ser examinadas”.


Charles H. Spurgeon

Pensando com Jonathan Edwards

jonathan_edwards1

Quão horrível é o estado daqueles que estão diariamente e de hora em hora em risco de sofrer esta grande ira e infinita miséria!

E este é o sombrio caso de cada alma nesta congregação que não tenha nascido de novo, mesmo que de outro modo possam ser morais e retos, sóbrios e religiosos.

Oh, que você considere isto, seja você jovem ou velho! Há razão para pensar, que há muitos agora nesta congregação ouvindo este discurso, que serão realmente os objetos desta mesma miséria por toda a eternidade.


Pr.  Jonathan Edwards

Sermão Pecadores nas Mãos de Um Deus Irado
Enfield, Connecticut em 08 de julho de 1741

Pérola de Charles H. Spurgeon

Existe um tempo, não sabemos quando,
Um ponto, não sabemos onde,
Que marca o destino dos homens,
Para glória ou desgraça.

Existe uma linha a nós invisível,
Que cruza cada caminho;
O limite misterioso entre
A paciência e a ira de Deus.

Passar este limite é morrer,
Morrer como se em segredo:
Ele não apagasse o olhar que brilha,
Nem empalidecesse a saúde que incandesce.

A consciência pode estar todavia tranqüila,
O espírito leve e alegre;
Naquele que pensa estar agradando,
E nem cuida ser arremessado para longe.

Mas sobre esta testa, Deus tem colocado
Permanentemente uma marca
Invisível ao homem, porque o homem ainda
É cego e corre na escuridão.

E ainda que o caminho do homem condenado
Como o Éden possa ter florido;
Ele não sabia, nem sabe, nem saberá,
Nem sente que está condenado.

Ele pensa e sente que tudo está bem,
E cada medo é tranqüilizado;
Ele vive, morre, acorda no inferno,
Não somente condenado mas desaprovado.

Ó, onde está Tua misteriosa linha,
A qual nosso caminho cruza,
Além da qual o próprio Deus tem jurado,
Estar perdido quem dela passar?

Até onde podemos viver pecando?
Quanto Deus tolerará?
Quando a esperança termina? E onde começam
Os confins do desespero?

Uma resposta dos céus é enviada:
‘Tu que te desvias de Deus
Enquanto és chamado, hoje, Arrepende-te!
E não endureças o teu coração.’

Charles H. Spurgeon
“Uma fé pequena leva as almas até o céu, mas uma grande fé traz o céu até as almas”