Não negocie com o pecado

negociacao

Numa negociação não é considerado o melhor negociador o mais forte, mas sim, o mais preparado.
Esteja pronto para NÃO negociar com o pecado. A estratégia dele é fazer você achar que saiu ganhando para, logo mais, te dar uma rasteira e te por no chão. O preço a ser pago por entrar nesta negociação é muito alto. Não vale a pena!
Sua vida é preciosa demais para Deus. Não aceite este jogo sujo e dolorido. Jogue-se na presença do Pai.

Junior Della Mea
@juniorDellaMea

Mato no pátio: você gosta?

Quem gosta de mato no pátio? Eu não gosto! Mas, “os marvado” insistem em voltar. Poucos dias após ter gasto alguns litros de suor cortando os matos de casa com uma tesoura (sim, uma tesoura!rss), percebi que os matos ficaram violentos e voltaram a crescer rapidamente, quase que rindo da minha cara. Fiquei meio perplexo, porque alguns já pareciam mais com árvore de eucalipto, do que com mato. Conversando com um vizinho, ele me disse (rindo!) que eles sempre voltariam se eu não arrancasse a raiz (com uma inchada de preferência). Quando tocamos na raiz do mato e arrancamos, ele não volta mais (“lógico!”). Fazendo uma comparação simples, quantas vezes estamos tentando cortar com tesoura (caminhos mais fáceis) os problemas aparentes (sintomas) da nossa vida. Suamos, corremos a trás e até conseguimos, aparentemente, resolver estas dificuldades e problemas por algum tempo. Porém, sem pedir licença, eles retornam. Muitas vezes, se tornam até maiores do que eram. Acredito que o desejo de Deus é que nós tenhamos coragem e ousadia de lançar os matos de nossas vidas sobre o altar do Pai. Deixar que Deus cuide das situações, deixar que o Pai cuide da minha vida e permitir que Deus encontre as raízes do meu ser. Raízes que frequentemente me levam a afastar-me dEle, a fazer escolhas erradas, a desanimar, a desistir, a murmurar, a mentir e a deixar de sorrir.

Desejo a você uma vida sem matos e com muitos frutos e sorrisos.

Boa semana!

@JuniorDellaMea

“Desperta Minha Alma” por Carlos Wesley

carlos223

Desperta, minha alma, e afasta teus temores de culpa.
O sacrifício de sangue foi feito em meu favor.
Diante do trono está minha segurança; diante do trono está minha segurança.
Meu nome está escrito nas mãos dEle.

Ele vive, eterno, nos céus, para interceder por mim.
Seu amor que a tudo redime, seu precioso sangue suplicam:
Seu sangue fez expiação por toda raça humana;
E agora está sobre o trono da graça.

Cinco feridas sangrentas ele tem, recebidas no Calvário;
Elas expressam petições poderosas; fortemente intercedem por mim.
“Perdoa-o; ó perdoa-o! ó perdoa-o!” dizem.

“Não deixe morrer o pecador resgatado.”
O Pai ouve-o orar; o seu Ungido.
Ele não pode afastar a presença de seu Filho;
Seu Espírito vê aquele sangue, seu Espírito vê aquele sangue
E diz-me que nasci de Deus.

Meu Deus já está satisfeito; ouço sua voz de perdão;
Ele me toma como seu filho; não posso mais temer.
Agora, com toda confiança me aproximo dEle;
Agora, com toda confiança me aproximo dEle.
E clamo: “Abba, Pai!”

Carlos Wesley
em “Cura para os traumas emocionais”, Editora Betânia, p.107.