O Evangelho de Cristo é suficiente

É verdade que alguns pregam Cristo por inveja e rivalidade, mas outros o fazem de boa vontade. Estes o fazem por amor, sabendo que aqui me encontro para a defesa do evangelho. Aqueles que pregam Cristo por ambição egoísta, sem sinceridade, pensando que me podem causar sofrimento enquanto estou preso. Mas, que importa? O importante é que de qualquer forma, seja por motivos falsos ou verdadeiros, Cristo está sendo pregado, e por isso me alegro. Fp 1:15-18.

Se tem uma coisa que me chama muita atenção, é uma propaganda bem feita. Como é bom poder ver uma propaganda que não depende de mulheres de biquíni para chamar atenção do público masculino, propagandas que dependem de imagens fabulosas e de recursos tecnológicos para satisfazer o público. Não critico nenhum desses métodos de abordagem, mas por outro lado, nada como uma propaganda baseada numa boa idéia. Uma propaganda que ao mesmo tempo transmite a mensagem com uma simples e boa idéia.

Queria só comentar sobre uma que eu vi a um tempo atrás. Era uma propaganda de carro e a forma que eles transmitiram a mensagem, foi simplesmente sensacional: O sujeito acaba de comprar um carro, para dar uma “melhorada” no carro, ele pendura um ursinho no retrovisor do carro. Não satisfeito, pendura um chaveiro, depois um cordão, depois outro urso, até que , com aquele monte de apetrechos, o retrovisor não suporta o peso e quebra.

A moral da propaganda é o seguinte: Se você não está satisfeito com a aparência do seu carro, não adianta querer enfeitar o carro, ele vai continuar o mesmo. A solução seria comprar um carro que não depende de enfeites,e então mostra a marca em questão.

E isso é a mais pura verdade. Eu trabalhava numa firma de carros, e na minha opinião, até hoje é que aquele é um dos melhores carros que existe. Isso eu digo com conhecimento de causa, já que o meu setor era o de pós vendas. Por que eu conhecia o carro e realmente sabia que o carro era bom.

Quando um cliente vinha reclamar do carro, eu tinha argumentos suficientes para ele mudar de idéia. Por que? Porque eu acreditava no produto. O melhor vendedor, é aquele que trabalha com um produto que ele mesmo acredita ser o melhor do mercado.

Trazendo para o campo espiritual, acho que estamos enfrentando dias em que a maioria das pessoas não confiam na pregação do evangelho. Pessoas tem pregado na igrejas por puro interesse pessoal. Querem suas igrejas lotadas, suas receitas fartas e pra isso, tem usado das mais diferentes formas para atrair mais e mais pessoas.

Não questiono a razão ou o motivo de o evangelho estar sendo pregado, mas se é o evangelho que tem sido pregado.

O apostolo Paulo, não se demonstra preocupado com o motivo de estarem pregando o evangelho, se era por inveja, rivalidade, ambição egoísta, não. Por que o apostolo Paulo sabia que era o evangelho que estava sendo pregado. Mas na carta aos Gálatas, Paulo repreende a igreja de forma enérgica não pelos motivos de estarem pregando o evangelho, mas por estarem dando ouvidos a um outro evangelho, diferente daquilo que ele havia pregado. A indignação do apostolo Paulo com os gálatas é tão grande, que a chamá-los de insensatos. E carta termina, no penúltimo versículo, com ele pedindo que ninguém mais o perturbasse com este assunto.

Por que? Porque o apóstolo Paulo sabia que somente o evangelho deveria ser pregado.

Mas o que temos visto hoje, na maioria das vezes, não é o evangelho. A Igreja de certa forma, não acredita que a mensagem do evangelho é suficiente. Temos visto pastores pregar uma mensagem de que aquele que vir a Jesus, terá uma vida mais confortável, com seus problemas resolvidos, sem falar no evangelho da prosperidade.

Eu acredito na mensagem de Jesus, traz conforto, mas não pra vida, mas pra alma. É aquele sujeito que trabalha o dia inteiro de sol a sol, com um monte de dificuldades financeiras, que tem dificuldade pra pagar o aluguel, mas que encontra o consolo do céu num momento de devoção ao Senhor ajoelhado no seu quarto.

Isso pra mim é vida abundante. Uma vida que crê em Deus, apesar das circunstâncias. É verdade que Deus pode abençoar financeiramente? Sim, mas também é verdade que o que Ele mais quer é que dependamos Dele, e alguns de nós, Ele vai fazer questão de nos manter de joelhos, para aprendermos a depender Dele.

Jesus é suficiente. O seu evangelho é suficiente. Não precisa ser maquiado, nem enfeitado precisa ser pregado. O evangelho que leva ao arrependimento, a se prostrar diante de Deus e reconhece-lo como Senhor, a ser cheio do Espírito Santo. Isso é evangelho, isso são boas novas. Uma mensagem que leva, não a uma vida mais confortável, mas uma vida abundante na perspectiva de Jesus.

Edner Freitas
ednerfreitas@hotmail.com

Anúncios

3 comentários em “O Evangelho de Cristo é suficiente”

  1. Eu comento que JESUS é a minha salvação, a minha esperança, minha alegria, meu prazer, minha vida e meu tudo. LOUVADO SE DEUS POR NOSSO SENHOR JESUS CRISTO. AMÉM.

Se gostou, por gentileza, comente aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s